Ensino Fundamental
   Ar
   Água
   Meio Ambiente
   Unidade de Medida
   Matéria e Energia
   Ligações Químicas
   Misturas
   Reações Químicas
   Quím. Inorgânica
   Radioatividade
  Mais [+]
 Ensino Médio
   Química Geral
   Modelos Atômicos
   Tabela Periódica
   Ligação Química
   Reações Químicas
   Estequiometria
   Soluções
   Termoquímica
   Cinética Química
   Isomeria
   Reações Orgânicas
  Mais [+]
 História da Química
 Biografias

 Laifis de Química
 Área dos Professores
 Fórmulas e dicas
 Dicionário de Química
 Vídeos

 Jogos On-line
 Exercícios Resolvidos
 Provas de Vestibular
 Simulados On-line

 Química no cotidiano
 Curiosidades
 O que o Químico faz?
 Indicação de livros
 Fale conosco

 
Busca Geral

 

ARRHENIUS

Svante August Arrhenius nasceu em 19 de fevereiro de 1859 na Suécia. Foi um importante químico, físico e matemático.
Arrhenius estudou na Cathedral School de Upsala, apĂłs sua famĂ­lia se transferir da cidade de Vik. Iniciou na universidade aos 17 anos. Mais tarde estudou na Universidade de Estocolmo.
Ensinou fĂ­sica na Escola TĂ©cnica Superior da Universaidade de Estocolmo.
Em 1904, dirigiu o Intituto Nobel de Química e Física até 1927.
Durante seu doutorado na Universidade de Upsala, estudou as propriedades condutoras das dissoluções eletrolíticas. Segundo sua tese de doutorado, as substâncias que sofrem dissolução eletrolítica quando dissolvidas se dissociam formando íons. O grau de dissociação aumenta com o grau de siluição da solução, apenas para os eletrólitos fracos.
Lord Kenvin contestou muito seus trabalhos, mas foi apoiado por Jacobus Van´t Hoff e Wilhelm Ostwald.
Mais tarde, a sua teoria foi aceita e uma das bases da fĂ­sico-quĂ­mica e da eletroquĂ­mica.
Foi nomeado reitor do Real Intituto de Tecnologia de Estocolmo em 1896.
Em 1903 recebeu o Prêmio Nobel de Química por seu extraordinário serviço prestado à tecnologia e à química.
Desenvolveu outros trabalhos na área de físico-uímica como a velocidade das reações químicas e alguns trabalhos sobre imunização e astronomia.
Foi membro estrangeiro da Royal Society em 1909.
Durante uma visita aos Estados Unidos, foi condecorado com a primeira medalha Willard Gibbs em 1911. Em 1914 recebeu a medalha Faraday.
Morreu em Estocolmo, no dia 02 de outubro de 1927.

 

Curta nossa página nas redes sociais!

 

 

Mais produtos

Sobre nós | Política de privacidade | Contrato do Usuário | Anuncie | Fale conosco

Copyright © 2017 SóQ. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Virtuous.