Ensino Fundamental
   Ar
   Água
   Meio Ambiente
   Unidade de Medida
   Matéria e Energia
   Ligações Químicas
   Misturas
   Reações Químicas
   Quím. Inorgânica
   Radioatividade
  Mais [+]
 Ensino Médio
   Química Geral
   Modelos Atômicos
   Tabela Periódica
   Ligação Química
   Reações Químicas
   Estequiometria
   Soluções
   Termoquímica
   Cinética Química
   Isomeria
   Reações Orgânicas
  Mais [+]
 História da Química
 Biografias

 Laifis de Química
 Área dos Professores
 Fórmulas e dicas
 Dicionário de Química
 Vídeos

 Jogos On-line
 Exercícios Resolvidos
 Provas de Vestibular
 Simulados On-line

 Química no cotidiano
 Curiosidades
 O que o Químico faz?
 Indicação de livros
 Fale conosco

 
Busca Geral

 

PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE

PRESERVANDO O AMBIENTE AQUÁTICO

A preservação do meio ambiente é importante tanto para os animais (espécies) quanto para o homem. Os mangues no Brasil, por exemplo, são ecossistemas de transição entre a terra e o mar. Suas águas são ricas em sais minerais e matéria orgânica. Porém a poluição vem destruindo nossos manguezais.
Esta poluição é causada por esgotos jogados nos mangues, navios e indústrias petroquímicas, etc.
Devemos ter consciência que a relação entre os seres vivos entre si e com o ambiente permite a sobrevivência das espécies e que os ecossistemas precisam estar em equilíbrio dinâmico para que possam oferecer boas condições ao desenvolvimento da vida.

Uma das causas da depredação do meio ambiente é o derramamento de petróleo no mar.
O petróleo flutua na água porque é menos denso que a água, formando uma camada que impede a penetração de gás oxigênio e de luz do Sol. Sem oxigênio, os peixes morrem e sem luz solar, as plantas não realizam a fotossíntese. E animais também não conseguem se alimentar de algas flutuantes (maiores fornecedoras de oxigênio para o nosso planeta).
O petróleo também gruda nas brânquias dos peixes, matando-os por asfixia (falta de oxigênio) e ainda gruda nas penas das aves que se alimentam de peixes, impedindo que possam voar.
Então o petróleo derramado no mar compromete a cadeia alimentar da vida aquática e a oxigenação da água.

 

O óleo também é jogado ao mar por barcos, assim como o petróleo.

Outro agente causador da poluição são os detergentes, que formam uma espuma branca sobre as águas. È comum ouvirmos chamar essa espuma de “cisne-de-espumas”.

Substância Biodegradável – são substâncias que podem ser decomposta naturalmente por microorganismos que estão no meio ambiente. Exemplo: laranja que apodrece naturalmente, detergentes biodegradáveis.

Substâncias Não-Degradável – são aquelas substâncias que demoram muito tempo para se degradar ou que nunca se degradam. Exemplo: garrafa de vidro, que leva mais de 1000 anos para se decompor.

A maioria dos detergentes e produtos de limpeza são substâncias não-degradáveis, portanto se forem jogados no meio ambiente causam poluição e sérios danos ao ecossistema das águas dos rios, lagos e mares.
Assim como o petróleo, os detergentes também reduzem a penetração de luz na água. Removem a gordura das penas das gaivotas, por exemplo, que são impermeáveis. Desta forma, as aves se molham, afundam e morrem.

Para combater os seres vivos que prejudicam as plantações, o homem utiliza substâncias tóxicas, os agrotóxicos. São fungicidas (para matar fungos) e inseticidas (para matar insetos). Estes agrotóxicos são lançados nas plantações, poluindo os alimentos e o solo. A chuva faz o transporte das substancias tóxicas até os rios, lagos e mares poluindo suas águas. Pode causar sérios danos à saúde se for ingerida pelos seres vivos.
É importante lavar bem os alimentos, frutas e verduras, tanto para se livrar de microorganismos, quanto para tirar parte do agrotóxico que possa conter neste alimento.

A presença de esgotos residenciais, hospitalares e industriais nos rios, lagos e mares aumentam a quantidade de matéria orgânica (fezes, por exemplo) na água, servindo de alimento para as bactérias. E assim, passam a se multiplicar, contaminando a água.
Como essas bactérias respiram, sua proliferação aumenta o consumo de grande parte do gás oxigênio dissolvido na água, provocando a morte (por asfixia) de peixes e outros animais aquáticos.
A água contaminada pode ficar turva, impossibilitando a entrada de luz e consequentemente impedindo a fotossíntese das algas e plantas aquáticas.
O esgoto também pode contaminar os banhistas nas praias, causando doenças.

O tratamento dos esgotos e resíduos tóxicos biodegradáveis ficam em tanques de tratamento enquanto são decompostos por bactérias. Quando a água fica limpa, ela é lançada nos rios.

 

  

Curta nossa página nas redes sociais!

 

 

Mais produtos

 

Sobre nós | Política de privacidade | Contrato do Usuário | Anuncie | Fale conosco

Copyright © 2014 SóQ. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Grupo Virtuous.